Resumo em Português



Andre Paiva Rodrigues
Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da PUC de Campinas

Vera Santana Luz
Doutora em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade de São Paulo; Professora do Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da PUC de Campinas

A estruturação do espaço urbano e regional a partir da transposição do Rio São Francisco (2007-2017)

Propõe-se identificar impactos que as obras de transposição do São Francisco têm promovido na estruturação do espaço urbano-regional em seu Eixo Norte, em especial, na região de Salgueiro e entorno. Partimos de elementos que permitiram compreender o sentido e natureza dos grandes projetos de infraestrutura no Lulismo (2003-2016), para avaliar transformações promovidas nos territórios alcançados. Observou-se que, ao atingirem as localidades, tais empreendimentos demandam reestruturação produtiva, integração a circuitos mais amplos de relações e incorporação crescente dos territórios e populações ao tecido urbano regional, abarcando o campo e sua produção – elementos identificados no território avaliado como estudo de caso. Por ocasião do afastamento do governo do PT, do desmanche de suas políticas de desenvolvimento e da forte crise que se abateu sobre o país, para a região se verificou à reversão dos processos em curso ao instaurar estagnação e crise baseadas em custo econômico de paralisação de projetos no seu território.

Resumo em Inglês - Texto

Voltar