Resumo em Português



Rafael Gonçalves Gumiero
Doutorado em Ciência Política pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), Professor do Instituto de Estudos em Desenvolvimento Agrário e Regional (IEDAR) da UNIFESSPA

Jiselia Delgado Sousa
Mestranda na UFS, Graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa);

As fases do Fundo Amazônia: balanço da implementação dos projetos nos Territórios Indígenas em Carajás PA

A redução do desmatamento na Amazônia pode ser atribuída a importante função desempenhado pelo Fundo Amazônia, porém, devido as mudanças na governança deste fundo impostas pelo Ministério do Meio Ambiente, no governo Bolsonaro, houve retorno do desmatamento, principalmente nos municípios do Pará. O artigo coteja o balanço dos projetos subsidiados pelo Fundo Amazônia na sub-região de Carajás, no Pará, nos anos 2008 a 2020, com ênfase em dois movimentos de análise: apreciar a distribuição de recursos para implementar os projetos para as escalas estaduais da Amazônia Legal; identificar os projetos gestados pelos recursos do Fundo Amazônia na escala territorial, na área de abrangência da sub-região de Carajás. Apesar da redução no ritmo do desmatamento nos anos 2009 a 2015, a paralisação do Fundo Amazônia e a desestruturação de órgãos de monitoramento ambiental reverberou no aumento do desmatamento a partir de 2019, principalmente nas Terras Indígenas em Carajás.

Resumo em Inglês - Texto

Download PDF

Voltar